Conheça os detalhes da criação de um exemplo de alocação de ativos. Essa simulação será mostrada por meio uma carteira simples baseada nessa estratégia.

Conforme o artigo que explica a alocação de ativos, a carteira foi dividida em duas partes. Na parte de risco baixo houve alocação de 70% e na parte de alto risco 30%.

Tabela com Exemplo de Alocação de Ativos

Todos os dados da simulação podem ser encontrados na planilha a seguir. Ela está disponível para ser baixada aqui.

exemplo de alocação de ativos

Planilha com dados do exemplo de alocação de ativos

Conforme pode ser visto acima, a parte de baixo risco está representada na cor verde e foi totalmente alocada em tesouro Selic 2021. Já a parte de baixo risco, está representada na cor abóbora e representa a alocação em tesouro prefixado 2023.

Os valores e percentuais da carteira como um todo estão representados em cinza.

Repare nas linhas de percentual de valorização de cada título e do total da carteira. Essas linhas de percentual foram usados para gerar os gráficos 2 e 3 apresentados no artigo de alocação de ativos. Esses valores foram calculados na tabela a partir da comparação do valor do mês atual com o anterior.

Simulação da Compra dos Títulos

Para que a simulação fosse um retrato perfeito da realidade, obtive os preços dos dois tipos de título no primeiro dia útil de cada um dos meses dessa simulação. Você pode usar o gráfico disponível em tdcharts.info para obter a cotação de um determinado dia.

exemplo de alocação de ativos

Posicione o ponteiro do mouse no dia do gráfico para obter a cotação correspondente

Os detalhes dos valores mensais em títulos está nas tabelas mostradas abaixo.

exemplo de alocação de ativos

Como expliquei nos artigos básicos sobre compra de títulos, eles têm cotações diárias (disponíveis na tabela Cotações Títulos acima). Dessa maneira, para comprar R$ 7.000,00 de Tesouro Selic 2021, obtive 0,87 unidades desse título que resultaram inicialmente em R$ 6.949,02 (resultado 0,87 x 7.000) desse título, conforme consta na tabela Valor de Compra em cada Título. Por fim, nessa operação houve uma sobre de R$ 50,98 (resultado de 7.000,00 – 6.949,02) que é o valor mostrado na tabela Saldo de Sobra após a compra.

Dessa maneira, para obter o saldo de cada título em cada mês foi necessário multiplicar a quantidade de unidades obtidas de cada título (como 0,87 no caso do tesouro Selic) por sua cotação em cada mês. A esse total foi somado com o Saldo de sobra, resultando nos valores de cada Título da tabela principal mostrada nessa página.

Portanto, o valor de R$ 7.084,64 mostrado na linha Selic 2021 em setembro de 2016 é o resultado da seguinte conta: (0,87 x 8.084,67) + 50,98.

Composição Mensal de cada Título

A composição de cada título da carteira está representada nas linhas de percentual de alocação da tabela principal. No exemplo de alocação de ativos, essa participação na carteira como um todo vai variando todo o mês. Isso ocorre pelas diferenças de valorização dos dois títulos.

Por exemplo, o resultado da linha Percentual Alocação Selic no mês de janeiro representa a divisão do valor desse título pelo valor total da carteira. No caso teremos 69,52% (divisão de 7.387,95 por 10.626,51).

Essas linhas de percentual de alocação foram usadas para gerar o gráfico 4 apresentado no artigo de alocação de ativos

Média Mensal de Valorização

Há uma outra aba da planilha usada no exemplo que se chama Rentabilidade Média Mensal. Trata-se da média das rentabilidades de cada um dos ativos do nosso exemplo.

exemplo de alocação de ativos

Dessa maneira, é possível conferir a valorização média da nossa carteira montada com a estratégia de alocação de ativos e comparar seu desempenho com carteiras baseadas apenas em tesouro Selic ou Prefixado.

Com isso, você tem em mãos um exemplo de alocação de ativos explicado em detalhes. Espero que essas informações ajudem a entender como funciona essa excelente estratégia.