A ideia de liberdade que procuro passar nesse site está muito ligada à independência financeira. Dessa maneira, trago um guia do autor do livro Pai Rico Pai Pobre que mostra mais claramente como atingir esse objetivo.

Em um artigo anterior sobre o livro Pai Rico Pai Pobre, mostrei as diferenças na maneira de pensar entre pobres e ricos segundo o autor Robert Kiyosaki.

Em outra obra do mesmo autor chamada de Independência Financeira: o Guia do Pai Rico, são apresentados novos conhecimentos que podem te ajudar a alcançar sua liberdade financeira.

A noção mais importante dessa obra é a apresentação dos quadrantes do fluxo de caixa que é mostrada a seguir.

Quadrantes do Fluxo de Caixa

Na figura abaixo são apresentadas as 4 maneiras de ganhar dinheiro no mundo dos negócios.

independência financeira guia pai rico

Os 4 quadrantes do fluxo de caixa

O quadrante “E” representa os empregados que trocam seu tempo e esforço por dinheiro em busca de segurança, estabilidade e benefícios. Nessa categoria estão os colaboradores de qualquer empresa, seja ela privada ou pública.

No quadrante “A” estão os autônomos que mantém um trabalho por conta própria. É o caso das pessoas nas quais seu negócio depende dela para existir, ou seja, se ela não trabalhar, não recebe. São exemplos os advogados, dentistas, médicos e donos de pequeno comércio de bairro.

O quadrante “D” representa os empresários que são capazes de montar e organizar negócios por meio da contratação de talentos que trabalham para manter tudo funcionando. Os donos de negócio tem uma flexibilidade de tempo, pois vivem da renda gerada pelo trabalho de outras pessoas.

No quadrante “I” estão os investidores que têm conhecimentos para fazer o dinheiro trabalhar para eles. Dessa maneira, a renda deles vem dos seus investimentos financeiros, portanto essa renda não depende diretamente do trabalho deles.

Segurança ou Liberdade?

Perceba que as pessoas do quadrante da esquerda (empregados e autônomos) vendem seu tempo diretamente em troca de dinheiro. Portanto quem está nesses dois quadrantes acaba limitando o valor pago pelas suas horas de trabalho ao tempo que elas têm disponível.

Por outro lado, as pessoas do quadrante da direita (donos e investidores) tem uma renda que é gerada de maneira independente do seu tempo disponível.

De fato há um esforço inicial para organizar e construir um sistema que gere renda, seja por meio de negócios ou de investimentos. Porém, uma vez que esse sistema esteja funcionando de maneira controlada pelo seu dono, ele trabalhará gerando renda e liberdade de tempo.

No meu caso, tive a oportunidade de passar por vários quadrantes, pois comecei como autônomo trabalhando como comerciante e técnico de manutenção. Logo após, passei para empregado e recentemente tenho aprendido e colhido bons resultados como investidor.

Ao divulgar tudo que sei, tenho me desenvolvido nas habilidades para me tornar um dono de negócio que é um caminho mais demorado, porém recompensador.

Perceba que para melhorar a qualidade de vida de verdade, trocar de emprego não vai adiantar. Para realizar a grande mudança, você deve se planejar e se capacitar para trocar de lado nos quadrantes.

Ao conseguir se liberar das restrições do emprego formal (com horários rígidos) ou do trabalho como autônomo (onde o negócio depende da sua presença), você fica mais livre para trabalhar com aquilo que realmente gosta (seu hobby) e isso pode destravar seus ganhos.

O Caminho da Independência Financeira

Nesse momento você já deve ter percebido em quais quadrantes você está, assim como, quais opções podem proporcionar uma maior liberdade.

Tenha em mente que podemos pertencer a vários quadrantes ao mesmo tempo, como por exemplo ser empregado (“E”) e investidor (“I”) ao mesmo tempo.

Mas se o seu objetivo é ter uma maior qualidade de vida com tempo disponível para se dedicar ao seu hobby ou mesmo para passar mais momentos ao lado de quem você ama, então você deve pensar seriamente numa transição para os quadrantes do lado direito.

independência financeira

Caminho da independência financeira

A transição para o lado direito só é possível buscando conhecimentos e desenvolvendo algumas habilidades de gerenciamento e controle.

Por outro lado nem todo mundo pode ser um empresário (um “D” do tipo que tem algumas dezenas de empregados), pois antes é necessário desenvolver muitas habilidades pessoais.

Se você aprender a usar seu bem dinheiro pode se tornar um bom investidor. Por outro lado, se você aprender bem a motivar pessoas e resolver problemas você pode se tornar um dono de negócios bem sucedido algum dia.

Meu foco aqui não é fazer você abandonar seu emprego nem mudar de profissão para obter sua independência financeira, mas sim te mostrar que qualquer pessoa pode fazer parte do quadrante de investidor.

Dessa maneira, se você tem planos e sonhos que envolvem uma maior qualidade de vida com mais tempo livre, planeje sua transição nesse momento. Se você construir desde já bons ativos que te gerem renda, você ganhará sua liberdade para o resto da vida.

Se gostou de tudo que apresentei, compartilhe com mais pessoas para que possamos mudar mais vidas!

Compartilhe com seus amigos:

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail